3 mar

Os Observatórios da ABJ

Você já deve ter lido algumas postagens ou estudos que fizemos ao longo dos últimos anos, sobre o Observatório da Insolvência, certo? Mas afinal, o que são os Observatórios, e como eles funcionam na ABJ?

Os observatórios foram criados com o objetivo de investigar e acompanhar a evolução de temas específicos do Direito, envolvendo casos complexos. Analisamos alguns tipos de caso de forma minuciosa e aprofundada, em projetos faseados que contemplam etapas de levantamento de dados, discussões entre especialistas, formulação de questionários, capacitação da equipe de pesquisadores que coletam os dados, análise dos dados coletados, formulação de relatórios e apresentações dos resultados.

Atualmente, os Observatórios configuram a maior demanda de projetos na associação. Por isso, trouxemos algumas informações adicionais para vocês entenderem melhor sobre eles.

Como funcionam?

Geralmente, os Observatórios são iniciados a partir da identificação de um tema interessante de análise. Em seguida, especialistas no tema formulam hipóteses, que levam às questões norteadoras da pesquisa. Essas questões são organizadas em um documento contendo o plano de execução, que é passado para instituições apoiadoras em busca de recursos. Após levantamento dos recursos necessários, damos início ao cronograma de execução do projeto.

O desenvolvimento de um projeto do tipo observatório costuma ter cinco fases principais:

  1. Formulação de hipóteses, questões norteadoras e plano de execução.
  2. Listagem de processos e obtenção da população de casos a serem analisados.
  3. Elaboração e validação do questionário, através de aplicação de pré-teste.
  4. Coleta e organização dos dados.
  5. Análise dos dados obtidos e elaboração do relatório de análise.

Em parceria com o NEPI/PUC-SP, a primeira fase do Observatório da Insolvência em São Paulo (2016), foi o primeiro projeto deste tipo iniciado aqui na associação, envolvendo somente os processos de recuperação judicial da capital. Com sucesso do estudo, na segunda fase expandimos a análise para todas as comarcas de São Paulo. Hoje, já estamos na terceira fase deste projeto, estudando sobre os processos de Falência no estado.

 Paralelamente, em 2020, estamos trabalhando em mais 3 Observatórios: Processos Administrativos Sancionadores da CVM, Recuperações Judiciais no Rio de Janeiro e Observatório Societário em São Paulo.

 Como vejo os resultados dos estudos?

Através do nosso site (www.abj.org.br), realizamos a divulgação dos relatórios finais das pesquisas, que é gerado no fim de cada projeto, apresentando os principais resultados.

 Acesso às bases de dados

O acesso às bases de dados obtidas nos Observatórios é fornecido integral ou parcialmente aos apoiadores de cada projeto. O acesso para fins acadêmicos por associados da ABJ ou estudantes pode ser fornecido mediante aprovação da diretoria da ABJ.

 Tenho interesse em ser um pesquisador, o que preciso fazer?

Cada projeto possui um fluxo de execução próprio, podendo contar com pesquisadores remunerados ou voluntários, com trabalho local ou mesmo remoto. Na ABJ, formamos equipes de pesquisadores no início de cada estudo. Para essa seleção, consultamos o nosso banco de profissionais. Ainda não temos previsão para início do próximo observatório, mas, se desejar fazer parte do próximo processo de seleção, responda o questionário em https://forms.gle/j4SZTHYyusQG9hDT7

Contato

Av. das Nações Unidas, 12399 - 84A

Sobre

© 2018 ABJ - Associação Brasileira de Jurimetria.